Projeto 2017: A casa das Tyto

Tem sido com muita admiração, que desde abril de 2016, os visitantes do EVOA têm oportunidade de observar o interior da caixa-ninho localizada no topo do Centro de Interpretação do EVOA.

A história da caixa-ninho

Esta caixa-ninho foi criada por alunos e professores da Escola Secundária de Benavente, no ano letivo 2012/2013.

O EVOA recolheu as placas de contraplacado, utilizadas anteriormente em contentores marítimos, tendo sido reutilizadas pelos alunos na construção da caixa-ninho.

A caixa foi ocupada logo no primeiro ano e desde esse momento, todos os anos têm ocorrido posturas, sendo que este ano, surpreendentemente, tivemos 2 posturas.


A Coruja-das-torres

Nome científico: Tyto alba

Distribuição: Em todos os continentes, exceto Antártida.

Abundância: Residente. Mais abundante na metade sul do país.

Com este projeto os alunos ficarão a conhecer bem melhor esta espécie, que desde há muito assombra o imaginário de várias populações.

Serão abordados os seguintes aspetos:

Morfologia e características distintivas, Hábitos, Comportamento, Alimentação, Reprodução e Habitat.



Em que consiste o Projeto: A casa das Tyto?

As turmas EVOA que aderirem ao projeto, terão acesso a conteúdos e atividades especiais ao longo do ano letivo.

Pretende-se que os alunos acompanhem durante o ano letivo o ciclo de vida da coruja-das-torres e se apercebam das interações e fases da vida desta ave misteriosa.

A equipa do EVOA enviará mensalmente um vídeo com os momentos principais da caixa-ninho, acompanhado de um documento de apoio documentando aspetos ou temas a destacar e/ou propondo uma atividade extra a realizar pelos alunos.


No dia da visita ao EVOA, os alunos terão uma atividade especial dedicada ao Projeto A casa das Tyto, que variará ao longo do ano dependendo do ciclo de vida da espécie, do estado do tempo e da idade dos alunos.

Poderá envolver atividades concretas de conservação da natureza, análise da alimentação da coruja ou um jogo temático.


Na semana de 24 a 27 de outubro de 2017, as turmas poderão optar por começar a visita mais cedo (pelas 7h00) ou terminar mais tarde (pelas 20h), tendo a oportunidade de realizar uma sessão de observação de rapinas noturnas*.

*Não sendo garantido a observação das mesmas.

 






Subscreva a nossa Newsletter


Redes Sociais





Morada

EVOA
Lezíria Sul
Vila Franca de Xira

 

Virtual & Telefone

Telem.: 926 458 963
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
www.evoa.pt